sábado, 1 de novembro de 2008

Eu, na sexta do Favorito Casual...

Ontem eu estive mais uma vez no pub Favorito Casual, com o meu projeto solo.
Foi muito bacana e tinha a maior galera marcando presença! Fizemos a maior farra, rsrsr!!! Muuuuuuito massa!!!
Claro que não podia faltar a energia positiva dos amigos que torcem por mim nesse meu mais novo projeto. Obrigada a todos vcs!!!
Quero agradecer pela torcida e pela força do casal acima, Ênio Moita e Virgínia Costa. Valeu muito!!!!
(Beijinhos para o querido Iuri)
(Minhas companheiras da TV Cidade Verde: Mariana Paz e Débora Oliveira. Tmbém na torcida. Adoro vcs!!)
(Baby, Eu e Mágnum Rógeres do site Noturnos THE - sempre presentes!!)
(Que galera é essa!)
(O grande encontro: Wladmir e Marta, Eu e Baby, Mônica e Marquinhos. Caraca!!!!!! Muito tempo que isso não acontecia, rsrsrs)

8 comentários:

Larissa disse...

eu fui e adorei!
vc arrasa cantando qualquer coisa, rsrsr
boa sorte, estou torcendo por vc, sempre!
bjsss

carolina disse...

Fiquei sabendo mesmo do seu novo projeto... E a Bali, vai sair?
bjs

fábio disse...

linda demais!!!!!!

Hailton disse...

MUITO CARISMA VC TRANSMITE BJSSSSSSS

ayalla mylla disse...

oi minha lindaa...olha gosto muito de ti...boa sorte nesse seu novo trabalho...amuhh você de montão

ayalla mylla disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
meyrescheila disse...

oi minha linda linda como sempre pena q eu nao vou poder ver né um show seu solo ow meu deus q vontade de te ver..............
mas....
pois é estou indo embora, já estou com saudades ...
sucesso maravilhosaaaaaaaaaaaaaaaa
dolu muiiiito voxe

Hailton disse...

Para fazer uma obra de arte não basta ter talento, não basta ter força, é preciso também viver um grande amor.

Que passem os minutos, dias e anos...
Todas as estações do tempo!
Que eu viva, qual tolo, todas as ilusões
pueris de sentimento...

Amar-te-ei, em todas as épocas,
em todo momento
Que passem as águas por muitas pontes
e que debruce a saudade por muitas
serras e montes, amar-te-ei,
como se fosse a primeira vez e única,
apesar das tantas aventuras!
Ainda além deste céu, nas alturas.
Eternamente...
Ainda que outro alguém o tenha
entre lençóis confidentes,
mesmo que os beijos sejam molhados
e quentes,
à parte, nossa alma vaga enamorada,
sobre qualquer prazer da carne ou qualquer
entrega fugaz .
Eternas, apaixonadas
Amar-te-ei, sobre qualquer dor que me pese
o orgulho ferido, o despeito revolvido!
Sobre qualquer punhalada em meu coração,
sobre qualquer distância a nós imputada...
Porque sei, amor de mim , que ainda assim...
Não é pequeno o nosso comprometimento .
Ah! Soubessem todos o tamanho !
Pobre carne, pequeno tempo !
Wolfgang Amadeus Mozart